Viver para a Fé….ou….viver da Fé?

Atualmente muitos adeptos da Umbanda não vivem para Ela, mas sim, dela vivem.
Longe de mim condenar quem depende da Umbanda para poder ganhar seu pão de cada dia. Cito por exemplo as centenas de lojas especializadas em suprimentos para a prática da nossa Fé. Vão desde pequeninas lojas na periferia, até verdadeiros magazines luxuosos. Mas na verdade, freqüentar algumas dessas lojas é fascinante e contagiante, particularmente esqueço da vida quando estou dentro das lojas, pois sinto vontade de comprar um monte de acessórios. Mas não é esse tipo de comércio que preocupa, até porque são extremamente necessários a prática da nossa Fé, mas sim refiro-me ao monte de ofertas que podemos encontrar na internet de cursos e treinamentos abordando todos os assuntos que compõem a Umbanda. Por algumas centenas de Reais, uma pessoa inexperiente poderá ser tornar em pouco tempo um mestre conhecedor de todos os rituais Umbandistas. Existe de tudo, treinamentos aos finais de semana, cursos rápidos, palestras, encontros, e tudo com certificado de participação. Os temas abordados são abrangentes, uma vez que permite que o participante passe a “compreender” toda a ritualística, e claro, saber utilizar-se dela no terreiro. Está aí uma forma de codificar a Umbanda, uma vez que todos que participam desses cursos irão conduzir seus trabalhos de maneira semelhante, imagino. Nota: Apenas me antecipando as suas críticas, quero afirmar que nada tenho contra a informação séria.
Na Umbanda a oferta de literatura informativa não é muito farta, porém podemos encontrar livros muito bons, mas também estão nas prateleiras aqueles livros milagrosos que ensinam a se tornar médiuns, a fazer curas, magia, benzimentos, oferendas…. Ufa!!…. tem de tudo! Sei que o tema é contagiante e muito envolvente, mas não podemos esquecer que é lá no terreiro onde está a maior fonte de sabedoria. Evidentemente que devemos nos instruir, mas sejamos cautelosos com aqueles que apenas vivem da Fé.
Ontem, lá no terreiro…. Pai Guiné deu uma baforada em minha direção e disse: Sente-se meu filho…. tenho muito a lhe ensinar……

por: Wilson de Omulu

Anúncios

Sobre atabaque26

Nosso pequeno grupo de Umbanda, tem como principal objetivo pesquisar e aprender com nossos amigos espirituais, sendo a verdade e seriedade conduta obrigatória em todos os membros da nossa gira. Saravá Caboclo Rompe Mato.
Esse post foi publicado em Estórias e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s